Numa tarde de Sábado na cidade do Porto…

Neste fim-de-semana decidimos desfrutar daquilo que mais gostamos de fazer… Escolhemos o Traça, no Largo de São Domingos, um restaurante que estava na wishlist há algum tempo. Com o sol  espreitar, não perdemos a oportunidade de saborear a nossa refeição na esplanada com vista para o Rio Douro.

Começando pelo início, as entradas não passaram do Couvert com um delicioso pão, manteiga de especiarias e azeitonas.

Para a escolha do prato principal, tinhamos algumas opções curiosas, como por exemplo, o Veado, o Javali e a Vitela confitada 15h. Escolhemos uma opção segura e outra arriscada:

  • Entrecote de Vitela grelhada na chapa com batata palito e salada;
  • Lombo de Javali panado e recheado com queijo de cabra e foi sobre compota de frutos vermelhos e creme de maça com batata palha;

Os sabores estavam óptimos e apresentação ajudava à fome. Tanto a Vitela como o Javali estavam bem confeccionados e tenros.  A carne de Javali é exótica, com um sabor bastante peculiar de carne de caça e pouco gordurosa. Valeu a pena ter experimentado, contudo, não fiquei fã.

Para acompanhar estes dois pratos, fez-nos companhia um Tinto, Alentejano – Trinca Bolotas.

Faltava 1/3 de Vinho e precisava de uma sobremesa para o acompanhar… Não foi fácil escolher (como sempre, quando estamos na página das sobremesas). O olho piscou, com algum receio, para a Tarte fria 3 Chocolates. Com receio, porque 1 chocolate é bom, 2 é demais, 3 então… Só que não!! Fresca, Saborosa e não enjoativa, de Textura Leve, com um toque de bolacha molhada no final (pareceu-me) que lhe conferia uma textura final na boca óptima.

O sol pôs-se e com ele um copo de vinho caiu ao chão… Era vinho na mesa, no chão, nas sapatilhas, e infelizmente não tivemos o auxilio de nenhum funcionário. Esta foi a situação menos positiva desta experiência. O  mais importante é que trocamos de mesa e continuamos a desfrutar do momento, terminando o nosso vinho com a melhor vista do país.

APRECIAÇÃO 

Serviço (3/5): O serviço foi muito rápido e prestável. Mas não houve nada que nos surpreende-se e fizesse com que o nosso coração batesse mais rápido. Depois do incidente do copo, tivemos uns largos min (15min) até que algum funcionário viesse limpar a mesa e os vidros do chão. Gostávamos que tivessem vindo à nossa mesa, a meio da refeição, perguntar se estava tudo a correr bem e se precisávamos de mais alguma coisa.

Espaço (4/5): A esplanada com viste privilegiada para o Rio Douro e o espaço interior,  com uma decoração mais rústica, transmite um espirito acolhedor. Se o tempo não te permitir ficar na esplanada, pede uma reserva para ao pé da janela com vista para o Largo de S: Domingos.

Comida (5/5): Nada a apontar a nenhum dos pratos. Todos os pratos muito bem confeccionados e com sabores de fazer água na boca, apesar de não ter gostado do Javali. No entanto, trata-se de gostos. Aconselho todos a aproveitarem esta carta e a provarem algo diferente. Na próxima visita, certamente que irei arriscar no Veado…

Qualidade/ Preço (5): A relação preço/ qualidade está adequada. Pagamos em média 30€/ pessoa, com entradas, prato principal, vinho, sobremesa e café, no centro do Porto.

Quando experimentarem, ou se já experimentaram, pf partilhem aqui a vossa experiência.

Diva 💋 Com defeitos e tudo

Write A Comment