Está na hora de guardares as camisolas de lã, os casacos de fazenda que compraste nos Saldos, as camurças e os cachecóis.

O tempo está incerto e por isso não é fácil tomar a decisão de mudar o closet. Também eu tive dificuldades.

Mas vou-te dar uma ajudinha…

  • DEFINIR CATEGORIAS

Definir categorias vai ajudara criar, em primeiro lugar, um ponto de partida, em segundo lugar, a não virar a casa do avesso.

Muitas vezes estamos com a coragem toda, colocamos tudo de pernas para o ar e quando olhamos à nossa volta e vemos a bagunça, perdemos a coragem. Então as categorias vão ajudar a fazer a mudança de uma forma organizada, metódica e por fases.

  • FAZER A DIVISÃO ENTRE: “O que vai?” VS. ” O que fica?”.

Dentro de cada categoria, o objectivo é dividir o que vai do que fica dentro do closet.

Ou seja, à medida que vamos dividindo as categorias, escolhemos aquelas que são as peças que iremos usar no próximo ano e por isso vão ser organizadas noutro compartimento, e aquelas que, definitivamente, não iremos usar. Continuamos a guardar roupas, ano após ano sem nunca as usarmos, se calhar está na altura de doar ou vender.

  • PREPARAR PARA LIMPAR

Para quem guarda a roupa de outras estações numa arrecadação sabe o que implica as mudanças no closet para a nova estação. Muitas vezes a roupa fica com um cheiro menos bom, fica engelhada, suja, etc.

O que sugiro é que, quando estamos a escolher as roupas que vão fazer parte do nosso guarda-roupa, façamos já esse “controlo de qualidade” e separemos aquela que vai para a Lavandaria.

Se não o fizermos neste momento vos garanto: vamo-nos esquecer, vamos andar a procrastinar aquelas peças ou vamos contaminar o resto do guarda-roupa.

  • DEFENIR ONDE GUARDAR

Há quem tenha uma arrecadação e aqui as coisas tornam-se mais fáceis porque há imensas opções de organização para nos facilitar a vida.

Mas para quem não tem, há também outras soluções igualmente viáveis:

Sacos de Vacuo [ óptimos para optimizar espaço];

Gavetas Inferiores [ usem para colocar a roupa de transição, tipo camisolas finas de manga comprida, casacos de malha, que dão sempre jeito usar à noite];

Prateleiras altas e pouco acessíveis;

Pendurar os casacos nas extremidades do guarda-roupa;

  • UTILIZAR ORGANIZADORES

Eu sou fã de organizadores… É organizadores para tudo. Quanto mais, melhor!

São perfeitos principalmente para quem não tem assim tanto espaço e terá que colocar a roupa/ sapatos, tudo no mesmo armário, contudo precisa daquela divisão entre estações.

  • E OS SAPATOS?

Se tivermos uma sapateira e a conseguirmos dividir em dois compartimentos, é fácil: sapatos verão para um lado, sapatos de inverno para outro.

Depois há os que nunca transitam e esses são fáceis, nem mexemos!

  • MANTER A ORGANIZAÇÃO

Depois de todo o processo de organização meticuloso do nosso closet, é necessário que haja a manutenção do mesmo. É preferível perdermos mais tempo na fase inicial a conquistar uma organização lógica e prática, acima de tudo, para que o processo de manutenção seja simples.

Chegamos ao fim deste post, que eu espero que vos tenha motivado e sido muito útil. E eu reuni aqui 3 tópicos que resumem todas as dicas que vos apresentei acima:

  1. Guardem os artigos no lugar deles depois de terem sido usados (roupa, sapatos, carteiras, acessórios, etc.);
  2. Fiquem apenas com aquilo que sabem que vão dar uso;
  3. Deixem o maior número de artigos à vista. É uma grande ajuda para procurarmos a roupa de manhã, principalmente quando estamos com humor matinal.
Até amanhã, Diva

Write A Comment