A vida perfeita do #INSTAGRAM

Frustração.

Cada vez mais, logo pela manhã, quando corremos o nosso feed de instagram, somos confrontados com a vida de sonho que todos (ou quase todos) gostaríamos de ter. São as viagens e o pular de aeroporto em aeroporto; as combinações de roupas que nunca se repetem; a infinidade de produtos de makeup dentro das gavetas do closet; os locais lindos (mas caríssimos) que experimentam; etc… È vero o no?!

Há mais ou menos um ano, andava eu às voltas com o Instagram porque queria ganhar produtos grátis, ter alguém disponível a 200% para me fotografar (e as fotografias tinham de ficar perfeitas imperativamente). E o feed?! Esse tinha de ser perfeito e todas as fotos tinham de encaixar tipo puzzle (milhares e milhares de tentativas c/ muito stress à mistura)… Confesso que foi uma fase complicada e até mesmo de frustração, não só para mim mas também para as pessoas que me rodeiam.

Back to reality…

Felizmente percebi como é que as coisas funcionavam e que, afinal, a perfeição não era sinónimo de realidade; que os conteúdos eram todos geridos para tudo parecer perfeito. Mas, na verdade, aquelas pessoas não tinham vidas perfeitas, e os seus feeds eram construídos pormenorizadamente para mostrarem algo ideal!

Cada um define a estrofe da sua vida que irá narrar. Cada um escolhe o que quer partilhar com os seus seguidores…

A escolha é tua.

O mais importante é perceber que: Não é por termos um feed lindo, visitarmos lugares fabulosos, estarmos rodeados de pessoas que nos amam, que a nossa vida é perfeita. Esta é apenas uma parte dela que é partilha convosco. Na verdade, eu escolho, na maioria das vezes, expor a melhor parte de mim, porque sei que é tão rica de amor e Boa Vibe que vocês se vão sentir inspirados. Mas, como uma pessoa normal que sou, também tenho os meus momentos de fragilidade e, ás vezes, até esses eu sinto necessidade de vos confessar.

Espontânea, é o meu nome do meio e traduz  muito das minhas acções. Se tenho vontade de partilhar, eu partilho na hora, seja um bom momento ou até um menos bom. Aqui não há muita matemática e fórmulas de cálculo para complicar!

É verdade que as Redes Sociais, são consideradas o maior veneno da actualidade, mas tudo é que questão de bom senso. Vamos tirar o proveito disso para escolher quem queremos seguir para nos inspirar todos os dias (principalmente naqueles mais “murchinhos”) mas também tirar o benefício daquilo que não queremos ter nas nossas vidas porque não nos identificamos e não irá contribuir para a nossa construção pessoal e/ou profissional.

Compromisso.

Eu serei sempre eu – Diva, com defeitos e tudo!

Adoro o meu jeito de ser e reconheço todos os meus defeitos. Alguns eu moldo, outros nem por isso… mas duas coisas não irão faltar, a minha Espontaneidade e Genuinidade. São duas características que me diferenciam enquanto pessoa e por isso, não me posso dissociar delas!

Chegamos ao fim de um desabafo que andava aqui a embolar para ser partilhado… Espero que tenha sido uma ajuda para vocês que o estão a ler neste momento, porque, para mim, foi um alivio trazer estes sentimentos (guardados há algum tempo)  cá para fora! Diva 💋 Com defeitos e tudo.

Write A Comment